Declaração Estabelecimento SAUDÁVEL & SEGURO

Algar Seco Parque Administracao de Propriedades Lda

A Organização Mundial de Saúde declarou o Coronavírus agente causal da COVID-19, como emergência de saúde pública de âmbito internacional. Para evitar riscos e infeções, assegurando a existência de um protocolo interno que define os procedimentos de prevenção, controlo e vigilância necessários, este estabelecimento declara cumprir os requisitos definidos pelo Turismo de Portugal, de acordo com as orientações da Direção-Geral da Saúde, que permitem considerá-lo um Estabelecimento CLEAN & SAFE.

IMPORTANTE:

O Governo de Portugal decretou que os hóspedes terão de apresentar um certificado de vacinação ou um teste de covid negativo para dormir em hotéis / alojamentos locais em todo o país.
 
Além disso, a partir das 19h das próximas sextas-feiras e a qualquer hora nos fins de semana e feriados, terá de apresentar um certificado digital COVID da UE ou um teste negativo à Covid para frequentar o interior de restaurantes em concelhos de alto ou de muito alto risco.
 
Estes quatro tipos de teste são aceites em restaurantes e estabelecimentos de alojamento turístico e local:
 
► Teste PCR, realizado nas 72 horas anteriores à sua apresentação;
 
► Teste de antigénio com relatório laboratorial, realizado nas 48 horas anteriores à sua apresentação;
 
► Teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste, realizado nas 24 horas anteriores à sua apresentação na presença de um profissional de saúde ou da área farmacêutica que certifique a realização e o resultado;
 
► Teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste, realizado no momento à porta do estabelecimento que se pretende frequentar, sob verificação dos responsáveis por estes espaços.

 

MAIS INFORMAÇÕES:

Formação a todos os colaboradores

Todos os Colaboradores receberam informação e/ou formação especifica sobre:

 Protocolo interno relativo ao surto de coronavírus COVID-19;

 Como cumprir as precauções básicas de prevenção e controlo de infeção relativamente ao surto de coronavírus COVID-19, incluindo os procedimentos:

 higienização das mãos: lavar as mãos frequentemente com água e sabão, durante pelo menos 20 segundos ou usar desinfetante para as mãos que tenha pelo menos 70º de álcool, cobrindo todas as superfícies das mãos e esfregando-as até ficarem secas;

 etiqueta respiratória: tossir ou espirrar para o antebraço fletido ou usar lenço de papel, que depois deve ser imediatamente deitado ao lixo; Higienizar as mãos sempre após tossir ou espirrar e depois de se assoar; Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos;

 conduta social: alterar a frequência e a forma de contacto entre os trabalhadores e entre estes e os clientes, evitando (quando possível) o contacto próximo, apertos de mão, beijos, postos de trabalho partilhados, reuniões presenciais e partilha de comida, utensílios, copos e toalhas.

Como cumprir a auto monitorização diária para avaliação da febre (medir a temperatura corporal e registar o valor e a hora de medição), verificação de tosse ou dificuldade em respirar.

Como cumprir as orientações da Direção Geral de Saúde para limpeza de superfícies e tratamento de roupa nos estabelecimentos.


European Tourism COVID-19 Safety Seal

 

Clean and Safe Badge

Informação a todos os clientes

Está disponibilizada a todos os clientes a seguinte informação:

 Como cumprir as precauções básicas de prevenção e controlo de infeção relativamente ao surto de coronavírus;

 Qual o protocolo interno relativo ao surto de coronavírus COVID-19.

O estabelecimento possui

Equipamentos de proteção individual em número suficiente para todos os trabalhadores.

Equipamento de proteção individual disponível para clientes (capacidade máxima do estabelecimento).

Stock de materiais de limpeza de uso único proporcional às suas dimensões, incluindo toalhetes de limpeza de uso único humedecidos em desinfetante, lixívia e álcool a 70º.

Dispensadores de solução antissética de base alcoólica ou solução à base de álcool junto aos pontos de entrada/saída, e sempre que aplicável por piso, à entrada do restaurante, bar e instalações sanitárias comuns.

Contentor de resíduos com abertura não manual e saco plástico.

Local para isolar pessoas que possam ser detetadas como casos suspeitos ou casos confirmados de COVID-19, que deve ter preferencialmente ventilação natural, ou sistema de ventilação mecânica, e possuir revestimentos lisos e laváveis, casa de banho, stock de materiais de limpeza, máscaras cirúrgicas e luvas descartáveis, termómetro, contentor de resíduos autónomo, sacos de resíduos, sacos de recolha de roupa usada, Kit com água e alguns alimentos não perecíveis.

Nas instalações sanitárias equipamento para lavagem de mãos com sabão líquido e toalhetes de papel.

O estabelecimento assegura

Lavagem e desinfeção, de acordo com o protocolo interno, das superfícies onde colaboradores e clientes circulam, garantindo o controlo e a prevenção de Infeções e resistências aos antimicrobianos.

Limpeza, várias vezes ao dia, das superfícies e objetos de utilização comum (incluindo balcões, interruptores de luz e de elevadores, maçanetas, puxadores de armários).

Ser dada preferência à limpeza húmida, em detrimento da limpeza a seco e do uso de aspirador de pó.

A renovação de ar das salas e espaços fechados é feita regularmente.

A desinfeção da piscina ou outros equipamentos existentes (sempre que existam), é realizada como definido em protocolo interno.

Nas zonas de restauração e bebidas, o reforço da higienização dos utensílios, equipamentos e superfícies e evitada ao máximo a manipulação direta dos alimentos por clientes e colaboradores.

O protocolo de limpeza e higienização garante

A definição de cuidados específicos para troca da roupa de cama e limpeza nos quartos, privilegiando dois tempos de intervenção espaçados e com proteção adequada conforme Protocolo interno.

A remoção da roupa de cama e atoalhados feita sem a agitar ou sacudir, enrolando-a no sentido de fora para dentro, sem encostar ao corpo e transportando-a diretamente para a máquina de lavar.

A lavagem em separado à máquina e a temperaturas elevadas da farda dos colaboradores e da roupa de cama/atoalhados (cerca de 60ºC).

A operação assegura

Que existe sempre ao serviço um colaborador responsável por acionar os procedimentos em caso de suspeita de infeção (acompanhar a pessoa com sintomas ao espaço de isolamento, prestar-lhe a assistência necessária e contactar o serviço nacional de saúde).

A descontaminação da área de isolamento sempre que haja casos positivos de infeção e reforço da limpeza e desinfeção sempre que haja doentes suspeitos de infeção, principalmente nas superfícies frequentemente manuseadas e mais utilizadas pelo mesmo, conforme indicações da DGS.

O armazenamento dos resíduos produzidos pelos doentes suspeitos de infeção em saco de plástico que, após fechado (ex. com abraçadeira) deve ser segregado e enviado para operador licenciado para a gestão de resíduos hospitalares com risco biológico.

A submissão da presente declaração, decorre do compromisso de que todos os requisitos anteriormente validados são na íntegra cumpridos pelo Estabelecimento.

Restaurantes - actualização Julho 2021

  • Restaurantes, cafés e pastelarias na nossa área (Município de Lagoa) podem ficar abertos até as 22h30. Permitidos grupos de 4 pessoas numa mesa no interior ou 6 em esplanadas.

    O acesso ao interior dos restaurantes está condicionado à apresentação do certificado digital ou de teste negativo em certos dias e horários (consulte info acima em "importante").

    Favor notar: limitação de circulação na via pública entre as 23h00 e 05h00. 

A fim de reduzir a transmissão da COVID-19, todos devem assegurar as seguintes medidas:

 Desinfectar as mãos com uma solução à base de álcool à entrada e à saída de um estabelecimento;

 A medição da temperatura corporal pode ser necessária antes de entrar num estabelecimento ou num transporte público;

 Distanciamento social - respeitar sempre a distância entre pessoas de pelo menos 2 metros (excepto os coabitantes);

 Cumprir as directrizes de etiqueta respiratória. A utilização de uma máscara é obrigatória em qualquer estabelecimento, lojas e transportes públicos;

 A utilização de uma máscara é obrigatória ao ar livre, em qualquer caso que a distância de 2 metros entre pessoas não pode ser garantida. As crianças menores de 10 anos e as pessoas com atestado médico estão isentas desta obrigação;

 É proibido o consumo de álcool em espaços públicos;

 Em caso de violação destas regras, multas podem ser aplicadas;

 Evitar o contacto desnecessário de superfícies e objectos;

 Dar preferência ao pagamento por meios que não envolvam contacto físico entre o funcionário e o cliente (por exemplo: “Contactless”). 

 

 

Turismo de Portugal Clean and Safe Badge

Made with by Bookassist